Após “Irma”, tempestades “Katia” e “José” se tornam furacões no Atlântico

Três furacões se formaram no Oceano Atlântico: Irma está sobre o Caribe, para onde também segue José, e Kátia está no Golfo do México. Passagem de Irma pelo Caribe já provocou dez mortes.





Trío José, Katia e Irma se fortalecen en el Atlántico. (Foto: NOAA)

A tempestade tropical Katia, localizada no Golfo do México a 300 quilómetros a nordeste da cidade mexicana de Veracruz, passou esta quarta-feira à categoria de furacão, indicou o Centro de Furacões norte-americano (NHC).

Com um diâmetro de 295 quilómetros e ventos na ordem dos 120 quilómetros/hora, o NHC estima que o Katia venha a ganhar força adicional durante as próximas 48 horas, devendo permanecer ao largo da costa mexicana.

LEIA TAMBÉM: Furacão Irma chegou a categoria 5 e Flórida se prepara para as consequências
LEIA TAMBÉM: Disney e Universal podem fechar as portões durante a passagem do Irma

Este furacão está a deslocar-se lentamente, a seis quilómetros por hora, para o sudeste, e a sua trajetória deve manter-se nas próximas horas.

Segundo o NHC, o governo do México decretou uma “vigilância furacão” para uma parte do litoral no Estado de Veracruz, entre Tuxpan e Laguna Verde. Esta medida significa que os ventos do furacão devem chegar à zona em questão em 48 horas.




Furacões Katia, Irma e José estão ativos simultaneamente no Oceano Atlântico (Foto: Arte/G1)

Já a tempestade tropical Jose, se dirige do Atlântico para as Caraíbas, ganhou força e passou à categoria de furacão, com ventos na ordem dos 120 quilómetros/hora (categoria 1 de uma escala de 5).

O Centro de Furacões norte-americano estima que atinja a categoria 3 até sexta-feira, com ventos entre 178 e 208 quilómetros por hora. O José encontra-se a cerca de 1.700 quilómetros do arquipélago das Pequenas Antilhas, mas ainda não foi emitido qualquer alerta.

Por TSF



VIDA EUA: Nos Estados Unidos, existe preconceito com brasileiros?
VIDA EUA: 3 coisas que se aprende em 5 anos nos Estados Unidos