Miami Beach instala barreiras em calçadão para impedir Ataques Terroritas

Barreiras de concreto são provisórias, mas entradas serão bloqueadas de forma permanente com substituto ‘esteticamente mais agradável’. Prefeito teme ataques com atropelamento como os de Barcelona e Charlottesville.






A prefeitura de Miami Beach, na Flórida, mandou instalar neste final de semana barreiras de concreto nos dois pontos de entrada do calçadão de pedestres da Lincoln Road. Os blocos de concreto são provisórios, mas serão substituídos por algo “esteticamente mais agradável”, segundo as autoridades.

LEIA TAMBÉM: Vídeo mostra ladrão seminu, arrastado por dona do carro
LEIA TAMBÉM: Atingida por inundações devastadoras, Houston decreta ordens de retirada

De acordo com o jornal “Miami Herald”, o prefeito Philip Levine tomou a decisão por questões de segurança, temendo que o local seja alvo de um ataque terrorista como os que aconteceram em Barcelona e outras cidades da Europa, ou de um atropelamento como o que aconteceu durante um protesto em Charlottesville, quando um motorista lançou seu carro sobre uma multidão e matou a advogada Heather Heyer.





Na última terça-feira (22), moradores da região afetada receberam um email do prefeito, no qual ele comunicava a instalação dos blocos. “Barreiras de concreto temporárias serão colocadas ao longo da linha da calçada nas entradas do calçadão comercial da Lincoln Road, nas entradas de Alton Road e Avenida Washington. As barreiras serão temporárias, até que uma opção mais permanente e esteticamente agradável possa ser implementada como parte de um eventual redesenho da Lincoln Road”, dizia a mensagem.

O calçadão costuma atrair muitos turistas e também é um local usado para concentrar multidões em datas festivas como Halloween e Ano Novo.

Barreiras de segurança de concreto foram instaladas na Lincoln Road e Alton Road em Miami Beach na sexta-feira, 25 de agosto de 2017 ( C.M. GUERRERO. Cmguerrero@elnuevoherald.com )

Ainda de acordo com o “Miami Herald”, Levine enviou uma carta ao governador da Flórida Rick Scott, pedindo auxílio do governo do Estado para financiar as obras e mais investimentos em segurança.

“Em conjunto com o governo federal, o Estado poderia ajudar a financiar o desenvolvimento de treinamento de segurança e assistência para as forças policiais locais, para que possam estar preparados no caso de um ataque”, escreveu.

Por G1



VIDA EUA: Como morar barato nos Estados Unidos
VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos