Tiroteio dentro do Bronx Lebanon Hospital no Bronx, fere outras seis pessoas, entre elas ex-colegas do atirador que era médico do hospital




Um tiroteio no hospital Bronx Lebanon Hospital, no bairro do Bronx, em Nova York, deixou seis pessoas baleadas, além de uma médica morta a tiros. Com base em fontes dos bombeiros, o “New York Times” disse que ao menos três das vítimas seriam médicos. A polícia anunciou que o autor dos disparos, que estaria vestindo um jaleco de médico sob o qual carregava um rifle, também morreu. Ele era um médico ex-funcionário do local, identificado como Henry Bello.

Imagens nas redes sociais mostram várias ambulâncias e viaturas policiais no local, enquanto o hospital era isolado pelas autoridades.

LEIA TAMBÉM: Americana mata namorado com tiro em brincadeira no YouTube

Relatos da divisão de operações especiais da polícia deram conta de que o homem vestido de jaleco teria entrado atirando com um rifle e depois se barricado no 16º andar, onde testemunhas relataram ter visto fumaça. Ele teria cometido suicídio pouco depois.

LEIA TAMBÉM: Venus Williams é culpada por acidente de trânsito em Palm Beach Gardens

Cinco das seis vítimas baleadas estão em estado grave.

— Estão lutando por suas vidas — disse o prefeito Bill de Blasio sobre as vítimas feridas.

O hospital libanês do Bronx tem cerca de mil leitos e é uma das áreas mais populares do bairro, historicamente considerado um dos mais violentos da cidade.




VIDA EUA: Dentro de casa, como é morar nos Estados Unidos..
VIDA EUA: A importância de continuar falando Português nos Estados Unidos